Menu
21º min
32º min

20/02/2020 às 15h22

Pai amarra e espanca filho de 7 anos por suposta 'birra' no dentista

Mãe registrou boletim de ocorrência contra o pai da criança


TOP MíDIA NEWS - Ivinoticias
Foto: Divulgação

Um menino de 7 anos foi amarrado e espancado pelo pai, de 32 anos, após a criança chorar em atendimento no dentista por ter medo de anestesia. 

 

O caso aconteceu no dia 27 de janeiro, em Campo Grande. A mãe de 26 anos conversou com o TopMídiaNews e disse que foi a primeira vez que isso aconteceu.

 

“Nós estamos separados há um ano, ele sempre visita os filhos no final de semana... Só que, neste dia, ele falou que ia ficar com nosso filho lá na casa dele, já que eu tinha que passar em um lugar antes e justificando que a criança ia ficar lá porque tinha feito birra”.

 

Como nunca tinha ocorrido agressão antes, a mãe foi embora. Foi só um dia depois que o menino contou o que ocorreu para a mãe.

 

“O que eu me assustei mais foi a forma como foi. Ele amarrou as mãos da criança, ameaçou que não era pra falar pra ninguém. Ele [o filho] foi me contar mesmo um dia depois, detalhes foi bem depois também”.

 

A motorista de aplicativo disse que entrou em contato com o ex para saber o que tinha acontecido.

 

“Eu registrei o boletim de ocorrência, meu filho fez o exame de corpo de delito. Liguei para o pai também para ver o que tinha ocorrido, ele disse que não era bem assim.

 

Se justificando... Só que não tinha como ele mentir, a marca estava lá. Depois ele começou a dizer que o menino estava mentindo”, diz.

 

Ela conta que o ex é usuário e justificou o 'castigo' por causa de suposta birra no dentista. O caso foi registrado na DEPCA (Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente).