Menu
21º min
32º min

14/10/2018 às 20h42

Quadrilha é presa depois de fazer idosos e filha reféns em assalto


correio do estado
Foto: Divulgação/PM-MS

Quadrilha foi desmantelada em ação rápida da PM

Quatro bandidos que integravam uma quadrilha especializada em assalto de casas foram presos na tarde deste sábado (13) depois de fazerem um casal de idosos, de 78 e 76 anos, reféns durante uma ação que saiu do controle, em Fátima do Sul. O objetivo principal era levar o caminhão da família.

 

A filha do casal, de 55 anos, que foi visitar os pais, foi abordada pelo bando e também levada como refém. O plano dos bandidos era usar a família como garantia para que pudessem levar o veículo até o Paraguai, onde provavelmente seria usado no tráfico de drogas.

 

O plano teria dado certo não fosse a atuação de um neto dos idosos. Ele passa por uma rua próxima da residência quando percebeu o caminhão andando em alta velocidade. Foi então até a casa, onde além da bagunça, notou munição usada própícia para pistola de 9 milímetros, a arma usada pela quadrilha. Chamou então a polícia.

 

No caminho até o Paraguai, as vítimas foram obrigadas a descer do veículo e ficaram na companhia de um bandido, justamejnte o que portava a arma. Segundo informações do delegado titular de Fátima do Sul, Bruno Humelino, as vítimas ficaram cinco horas na mata até serem encontradas. Eles contaram que os bandidos estavam bem nervosos e agressivos, a todo tempo ordenavam que as vítimas não olhassem para eles, e os intimidavam com a arma.

 

“Durante as investigações, apurou-se que os autores integram uma organização criminosa que pratica roubos de veículos, levando-os ao Paraguai, bem como atuam na prática de tráfico internacional de entorpecentes”, disse o delegado.

 

O caminhão com os outros integrantes foi rapidamente localizados por policiais militares durante roindas nas estradas da região. 

 

“Durante as investigações, apurou-se que os autores integram uma organização criminosa que pratica roubos de veículos, levando-os ao Paraguai, bem como atuam na prática de tráfico internacional de entorpecentes”, disse o delegado.

 

Os integrantes da quadrilha foram presos em flagrante pelos crimes de roubo majorado, sequestro, organização criminosa e extorsão.