Menu
21º min
32º min

05/04/2019 às 14h44

Campanha de vacinação contra a gripe começa na próxima quarta-feira

Primeiro grupo a receber vacina é de crianças, gestantes e puérperas


Midiamax
Foto: PMCG

A Campanha de Vacinação contra a Influenza começa na próxima quarta-feira (10) em Campo Grande e segue até 31 de maio. A campanha será realizada nas 68 UBS (unidades básicas de saúde) e UBSF (unidades básicas de saúde da família). A meta é imunizar 90% do público alvo e Campo Grande deve receber 219 mil doses da vacina durante a campanha.

 

Segundo a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), as doses serão repassadas de forma programada seguindo cronograma pré-estabelecido em conformidade com a SES (Secretaria Estadual de Saúde).

 

Conforme a coordenadoria de Vigilância Epidemiológica da SESAU, o primeiro grupo a ser priorizado será o das crianças menores de 6 anos, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), ampliando assim para os demais conforme cronograma pré-estabelecido.

 

Público-Alvo

 

Integram o grupo prioritário para receber a dose da vacina os indivíduos com 60 anos ou mais, crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores de saúde, professores de escolas públicas e privadas, indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

 

O que levar?

 

Para receber a dose, todos os indivíduos do grupo de risco devem apresentar o Cartão Nacional de Saúde e/ou número prontuário da rede de saúde de Campo Grande (Hygia), documento pessoal de identificação e a caderneta de vacinação.

 

Além dos documentos exigidos para todos os doentes crônicos, devem apresentar laudo médico ou atestado da doença, podendo ser aceita cópia do receituário médico recente, as gestantes e puérperas: cartão da gestante, laudo médico ou exames com identificação; profissionais de saúde: a carteira de conselho ou holerite; os indígenas: cadastro na Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena).