Menu
21º min
32º min

15/05/2019 às 14h22

PF mira irregularidades no comércio de criptomoedas e cumpre mandados em MS


midiamax
Foto: Gazeta Online

A Polícia Federal do Espirito Santo cumpriu, nesta quarta-feira (15), mandados de busca e apreensão em três estados brasileiros, incluindo Mato Grosso do Sul, durante investigação que apura atividade ilegal de administração de investimentos em criptomoedas – moeda virtual aceita em vários países e também no Brasil.

 

Os mandados foram cumpridos por 43 policiais também no Acre e Espirito Santo – este último estado no qual a empresa de criptomoedas tem sede. Também foi determinada, pela Justiça Federal, suspensão das atividades da empresa, incluindo remoção de páginas na internet, bloqueio de ativos, como contas bancárias, carros e imóveis.

 

Durante a Operação Madoff, a Justiça também determinou o bloqueio de criptomoedas existentes em exchanges – plataformas digitais que facilitam a compra, venda e troca de moedas.

 

Pela primeira vez no Brasil, foi autorizada a apreensão de carteiras físicas e digitais dos investigados, que poderão responder pelo crime de gestão fraudulenta, negociação de valores mobiliários sem autorização ou registro prévio, também fazer funcionar instituição financeira sem autorização legal e associação criminosa.