Menu
21º min
32º min

18/05/2019 às 09h26

Brasil tem dia péssimo em Itapema e avança às quartas de final apenas no feminino

Das dezesseis duplas inscritas no torneio, apenas duas seguem em condições de conquistar a etapa. São elas: Ágatha/Duda e Talita/Taiana.


goblo esportes
Foto: FIVB

Parte do processo seletivo para Tóquio 2020, a etapa de Itapema do Circuito Mundial de Vôlei de Praia reservou fortes emoções nesta sexta-feira. Os brasileiros foram castigados pelo processo constante de evolução das duplas europeias. Dono de 13 pódios nas Olimpíadas, com mais de um terço das 36 medalhas disputadas na história dos Jogos, o Brasil chega às quartas de final do torneio com apenas duas duplas, tendo começado a etapa com 16 representantes do país. Detalhe, que nenhuma dupla masculina conseguiu passar das oitavas 

 

 O mundo está evoluindo no vôlei de praia. Os europeus estão investindo, criando comissões técnicas. Eles estão melhores e passando a dominar o cenário mundial. O problema do Brasil, além do mérito dos europeus, está na falta de tempo para trabalhar. No masculino muitas duplas mudaram recentemente. Ainda falta entrosamento, mas não há tempo para isso, a corrida Olímpica e logo Tóquio já está aí - disse Evandro.

 

No feminino, Ágatha/Duda e Talita/Taiana passaram pelas oitavas de final com êxito. Campeãs da mesma etapa em 2018, a paranaense e a sergipana penaram para vencer as espanholas Liliana e Elsa. Mas, de virada, fecharam o jogo em 2 sets a 1, parciais 19/21, 21/17 e 15/13. Taiana e Talita não tiveram o mesmo desgaste e superaram as também brasileiras - e campeãs da última etapa quatro estrelas do Circuito Mundial. Vitória diante de Ana Patrícia e Rebecca em 2 sets a 0, parciais 21/16 e 21/13.