É seguro investir pela internet? Cinco dicas para responder “sim”

MIDIAMAX


A internet ainda é um território que levanta suspeitas para muitos, especialmente para quem por anos fez negócios com um aperto de mão e olhando no olho. Quando se trata de investimentos e dinheiro, a desconfiança só aumenta: cada real é suado e golpes cibernéticos não faltam.

 

Mas aos poucos no Brasil as coisas estão mudando e bancos, corretoras e plataformas online ganham espaço e papel fundamental na educação financeira do brasileiro. Se é mais fácil, reduz burocracias e é rápido, por que não?

Não confie em quem você não conhece
É uma dica de mãe que serve para tudo na vida, inclusive ao investir online. Alguns sites prometem retornos incríveis, muito acima da inflação, poupança e até títulos públicos. Esse é o passo número 1 para ser enganado, algo que infelizmente ainda acontece com muita frequência.

 

É claro que você pode ter resultados excelentes com alguns investimentos, mas fuja de palavras como garantido, porque é impossível garantir isso. Se fosse fácil assim, todo mundo seria rico.

 

Coloque seu dinheiro apenas em produtos que sejam conhecidos, ou garantidos por instituições regulatórias, banco e até o Tesouro.

 

No caso de investimentos como ações, criptomoedas ou outros, seus retornos serão variáveis (por isso o termo renda variável), então compre nas plataformas corretas para não ter que arcar ainda com o risco de ganhar e não receber.

 

No caso das corretoras ou traders, leia bem as letras miúdas, procure relatos de outros clientes e informe-se. Por exemplo, saiba qual é a bitcoin cotação antes de pular para dentro. Saiba se o momento é de queda ou de alta.

 

Como ficará protegido seu ativo para não ser roubado. Se há outras criptomoedas que valem mais a pena.

Proteja seus dados
Aos poucos as pessoas estão descobrindo quão valiosos são seus dados. Pode ser algo que parece “inocente” como nome ou email, mas já é suficiente para ter que limpar sua caixa de entrada com e-mails invasivos vendendo coisas. Pior é quando seu CPF ou telefone são vazados por empresas que não respeitam suas informações pessoais.

 

Seus dados valem ouro e podem ser comercializados por empresas que não são honestas. Leia os Termos e Condições quando possível e não informe nem seu nome em um lugar que você não confia.

 

O último passo ideal é contratar uma VPN para dar uma camada extra de proteção a sua navegação e assim não ter que informar seu IP – e consequentemente a localização – a cada site que você entra.

 
Comece com pouco
Esta dica não é especificamente para investimentos online, mas também serve. Você ainda não está 100% seguro, mas recebeu relatos positivos da atuação de uma corretora?  Os retornos são realistas e em produtos que existem e são credenciados pela CVM? Então comece com pouco. Não invista tudo que você tem, teste as águas para ver quais são os retornos, a forma com que o pagamento é feito e se vale a pena.

 

O ideal no começo é espalhar seu dinheiro, diversificando. Assim nenhuma queda de um produto específico irá comprometer suas finanças. Se tudo estiver indo certo, aumente as quantidades.

Sites oficiais não têm erro
Há muitas plataformas de negociação e corretoras que são confiáveis. Mas os sites oficiais sempre terão um peso extra. Por exemplo, a plataforma do Tesouro Direto foi retrabalhada e investir por lá é muito fácil.

 

Basta você criar um cadastro, responder algumas perguntas pessoais que irão traçar seu plano de investimentos e seguir as dicas.

 

Tudo pode ser feito de forma simples, clara e segura. E direto com quem comercializa o produto. No caso, o Tesouro Nacional.

Controle as emoções
Justamente por não ter as barreiras que existiam antes, o acesso é facilitado. Isso é muito positivo, mas pode ser negativo.

 

Assim como um apostador que não sabe a hora de parar, um investidor sem treinamento e controle completo das emoções pode se empolgar com retornos iniciais e achar que está pronto para ser milionário.

 

Isso pode gerar todo tipo de decisão errada, desde adotar riscos de forma imprudente até usar dinheiro que não têm ou pode comprometer para aumentar seu lucro.

 

Ter total controle das emoções é fundamental para investir. Saber a hora de parar, qual é o melhor momento para investir e usar dados e informações para agir são fundamentais.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE