Reabrir serviços agora é 'receita para um desastre', alerta microbiologista


source
Natália
Reprodução/TV Cultura
Natália Pasternak é entrevista pelo programa Roda Viva

De acordo com a bióloga e microbiologista Natália Pasternak, que participou do programa Roda Vida desta segunda-feira (29), o momento de flexibilização do isolamento social nos municípios brasileiros foi precoce e representa um erro de gestão.

Em entrevista transmitida pela TV Cultura, ela destacou que "certamente o momento de reabrir não é o momento de uma curva ascendente, que acumula número de casos e de mortes".

Pasternak, que é micribióloga e fundadora do Instituto Questão da Ciência - que incentiva as políticas públicas baseadas na ciência, opinou que "fazer uma reabertura depende de analisar os dados de uma maneira interdiciplinar", destacando que o índice de ocupação de enfermarias e UTIs, por exemplo, não seria suficiente para determinar a segurança de um município.

A cientista ainda alertou para os riscos relacionados à falta de preparo da população em lidar com uma possível flexibilização . "A gente ainda tem pessoas nas ruas que não entenderam a gravidade da situação e não estão instruídas corretamente. (...)você reabrir com essas condições, com os números subindo, se comunicar com a sociedade, é receita para um desastre", finaliza.

Fonte: IG SAÚDE


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE